If you hate God, you will be destroyed

Deuteronomy 7:10 But those who hate him he will repay to their face by destruction; he will not be slow to repay to their face those who hate him.

PERSONAL COMMENTARY

Aren’t we suppose to love those who hate us?


22 responses to “If you hate God, you will be destroyed

  • Rusdy

    Yes, God has set us the loving example since ‘The Fall’. Humanity deserved (eternal) death (Genesis 2:16-17), but He prescribed the salvation plan for them instead (Genesis 3:15)

    Destruction is our punishment, we deserve it. By grace, we have been forgiven.

    • JJD Peterson

      Since you’re quoting from the Old Testament you’d probably be interested that it also clarifies that sin and righteousness are non-transferrable:

      > Psa_49:7 JPCT -a brother cannot redeem a man, he cannot give his ransom to God. Psa 49:7, Exo 32:31-33, Deu 24:16, Eze 14:12-20, 18:4, 19-20, Jer 31:30.

      Additionally the bible says that adulterers, parent cursors, homosexuals, witches, Sabbath workers, worshipers of other gods, etc., are to be killed, Num 15:32-36, Exo 22:18, 20, Deu 13:12-15, Lev 20:9, 10, 13, 21:9 How is this grace?

      Additionally additionally, how is thinking about a criminal act worth of eternal torment, Mat 5:22, 28? Isn’t this unbalanced? Should we get capital punishment every time we go faster than the speed limit? Life in prison for not wearing a seat belt?

      Sound right?

  • tony

    this is just another case of have what you have got and be grateful from the universes biggest jerk. yes god. here is one for him :” jesus christ walkes into a hotel. he gives the receptionist 3 nails and says can you put me up for the night?

    come on then god you big coward i have had enough of your hypocrasy threats and so on and so forth while you rub your favourites in our face one example hugh hefner! nuff said. if you think of god as a spoilt brat with a lot of toys and he only ever looks after his favourites that is how god is with us he is the brat we are the toys and he only looks after his favourites!

    I mean what kind of jerk writes down 10 rules fdor everyday life then rewards peole for breaking them make up your mind jerk off maybe you should given Satan a shot in charge he can’t be any worse. !

  • tony

    if you don’t like what i got to say then come down here god and do something about it which i know you wont as i have given you plenty of opportunities to come down here and do something instead you use you usual b/s ytactics to get at me. what did i ever do to you to warrent such hatred in the firstplace

  • buy ebay

    Really makes you think, doesn’t it?

  • Heard of God

    Think about what? Not everything is as profound as you’d like it to be, because then, everyone would take your oneliner and drop to their knees in repentance. No no, there is nothing wrong with this verse as long as you don’t hate God. Those who love God, love his laws and those who don’t love God of course aren’t going to love this verse because it has a standard that they don’t aspire to attain so they say stupid stuff like the other guy as if God hated him first. He’s just mad because God set the rim a little higher than he wanted to jump, and I think God was actually trying to exclude him. He doesn’t want it bad enough. If Jesus said to strive to enter in to the Kingdom, he obviously wasn’t thinking it was going to be all inclusive and not only that but that it won’t be acheived by accident. But that’s okay, I will not offer up to God that which costs me nothing. At least, I hope I won’t because I don’t hate God and am quite happy with the denial of myself for the prize.

    In Christ,
    Sam

  • Stephen

    Tony,

    Awesome stuff man. The Lord has really used you to strenmgthen my faith in His Word! Thanks! You are acting exactly like the Bible said you would.

    Q:
    1. Is the message of the Cross foolishness to you?
    2. Do you fear God?
    3. Are you able to submit yourself to the Law of God?

    A:
    1. Tony: yes it is foolishness.
    2. No, there is no fear of God before my eyes.
    3. No, I cannot; I am incapable of doing so.

    Just like Scripture said!

    Thanks Tony!

  • David Knapp

    This wasn’t written for you. Context is everything. What is happening here? God has led the Israelites out of Egypt and is getting ready to lead them into the land He promised Abraham. He is setting down a standard for living. His chosen people (Jews in this passage) are to live different than the other nations. The center piece of their life and community was to be God and not the foreign gods. When people begin to live for God then their attention is taken off of themselves. Our standard of living is found in Matthew 5-7. It is impossible to live this life apart from Jesus.

    I can understand the confusion, because the Bible is complex. It does appear that God is hate all the time but even here in Deuteronomy if you go down to verse 12 you will see that God is ready to show is “lovingkindness” to the Jews.

  • Jack

    @ David Knapp, you’re right. Most people take scriptures out of context and construe them to mean whatever it is they want them to me.

    @ Tony, really? What is your issue? Try using some punctuation once in a while so we can see you’re not just a whining child. But it sure sounds as though you believe in God.

    I just found this blog and I’m unsure of what its purpose is. To disprove the Bible? Using the Bible? How does that make sense?

  • Nicolle Caen

    summit ourselves, He is Almighty, Alright, Alloving, there’re proves showing God is Loving in the Bible, but deep in my heart,I agreed with Tony that God isn’t that “perfect”. yet, we have to make Him perfect, the white is white, and the black has to refer to the context, and is white as well. We can’t critize God, whatever He did, we give a reason and turn it into “Good”, cos He never make any mistakes, He is almighty, alholy, everything al al….. What we human do? Surrender to the Great editor who will decide our end, live on His merciness… pity wothless dirt!!!! Why create us in the first place then!! Tony, I dare not challenge God like u, as I still fear of His existence. yet, the bitterness is too much for me to bear….

  • aww,c'mon

    god is man made, belive what You want, but religion is just a tool made up to enslave people, free Your selves from misbelieves….
    I know god and religion offers You lot of securities and You might find it difficult to give them up, it’s hard to accept reality, but god is not real nor is the religion, try to look for happiness and purpose of life in Yourself, think for Yourself actually, don’t just accept some bullshit presented by some jerk as god’s words

  • Terrence

    I think aww,c’mon if you do a bit of looking into it, you would find that the Bible was written by 40 indvidual men, not “some jerk” as you so intelligently put it. I suggest you do some research on this topic before you make such bold statements as calling it “bullshit”.

  • Ben

    This seperate covenant thing is pretty funny.
    1st covenant: You have to decend from a particular tribe, get circumcised, not eat a lot of variety of foods, submit to some very lengthy and bizzare set of rules with some very harsh punishments to have a seat at my apparently very selective table.

    2nd covenant: HEY I CHANGED MY MIND GUYS! My goofball son went to earth and got himself killed, but not really because he really is me! If you believe that c’mon in! Oh and all you that died before my omniscient concious somehow changed, too bad!! Maybe you should’ve tried to be born later! Same for you that happened to be unaware of my zany story. I know I could’ve done a Jesus world tour, but I forgot.

    I honestly can’t comprehend how anyone can buy this, much less with zero emperical evidence.

  • Holly

    Why, if all of this is nonsense do you poor so much of your time and energy in trying to disprove it? You are the type of person who could meet God face to face but refuse to believe it’s Him out of your pride in wanting to be right.

    You can’t help but poor so much of your energy into it because something is gnawing at you…you’re fighting against something. You’re fighting against the pull of God… otherwise you’d just chalk it up to rumor and focus your energy into something that will get you somewhere. This website wont. Even if you were right, (you’re not)…winning this arguement would only get you millions of brokenhearted people. Why is that appealing to you?
    I feel great empathy for you..because it does take so much faith to be an atheist. Especially when all science, moral laws, origin of the universe, NDE’s, prophecies, emotions, miracles, are in exact agreement with the Bible and provide overwhelming evidence (yes, overwhelming scientific evidence) for not only an afterlife, but for Jesus and God. However all this world can do is present you with the facts, the Spirit of the Lord must open your eyes to accepting the knowledge of Him. I pray that he does…and if you truly want to support your side of the story I suggest you read the book ” I Don’t Have Enough Faith to be an Atheist” and then form your opinions.

    God Bless!

  • aj

    1.1. Eons ago, long before mankind roamed this planet, there is a brotherhood of sorcerers.
    1.2. They are masters of wisdom, science, and knowledge unheard of yet in the history of mankind of our days.
    1.3. They decide to have their knowledge accessible to all who are ready, willing, and worthy.
    1.4. Therefore they create a book that contains the keys to all their power, science, knowledge, and wisdom.
    1.5. The name of this book is the Book of Doom.
    1.6. This is so because this book means doom to servitude, mediocrity, and weakness.
    1.7. The Book of Doom has been available for mankind as long as they roamed this planet, first as an oral tradition, then in written copies or in ideogrammic forms that were well guarded.
    1.8. It exists in many forms and translations.
    1.9. Each of its forms contains the keys that unlock the knowledge, power and wisdom of the Ancient Empire.
    1.10. With the power of the Book of Doom you will receive the keys so that you can work toward being accepted into the Great Interstellar Order of Algol.
    1.11. The decision lies always with you.
    1.12. This is so because you are the one who decides about his or her own fate.
    1.13. If you think that you are ready for the book of doom, you may go ahead to reach for the keys that help you unlock your powers.
    1.14. If you still think that you have to lean on some deity, this book is not for you.
    1.15. In this case it is better for you not to proceed.
    1.16. Read the Book of Doom with insight, book for book, and chapter for chapter.
    1.17. Look for the meaning in between the lines, then the keys will be given to you and you will find your teacher.
    1.18. Open your being to the Book of Doom!

  • Solange

    Isaías – Capítulo 59 – Versículo 1 a 21

    ——————————————————————————–

    1 Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para que não possa ouvir;
    2 mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça.
    3 Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos de iniqüidade; os vossos lábios falam a mentira, a vossa língua pronuncia perversidade.
    4 Ninguém há que invoque a justiça com retidão, nem há quem pleiteie com verdade; confiam na vaidade, e falam mentiras; concebem o mal, e dão à luz a iniqüidade.
    5 Chocam ovos de basiliscos, e tecem teias de aranha; o que comer dos ovos deles, morrerá; e do ovo que for pisado sairá uma víbora.
    6 As suas teias não prestam para vestidos; nem se poderão cobrir com o que fazem; as suas obras são obras de iniqüidade, e atos de violência há nas suas mãos.
    7 Os seus pés correm para o mal, e se apressam para derramarem o sangue inocente; os seus pensamentos são pensamentos de iniqüidade; a desolação e a destruição acham-se nas suas estradas.
    8 O caminho da paz eles não o conhecem, nem há justiça nos seus passos; fizeram para si veredas tortas; todo aquele que anda por elas não tem conhecimento da paz.
    9 Pelo que a justiça está longe de nós, e a retidão não nos alcança; esperamos pela luz, e eis que só há trevas; pelo resplendor, mas andamos em escuridão.
    10 Apalpamos as paredes como cegos; sim, como os que não têm olhos andamos apalpando; tropeçamos ao meio-dia como no crepúsculo, e entre os vivos somos como mortos. Jeremias 8;4 ao 9 diz Dize-lhes mais: Assim diz o SENHOR: Porventura cairão e não se tornarão a levantar? Desviar-se-ão, e não voltarão?

    Por que, pois, se desvia este povo de Jerusalém com uma apostasia tão contínua? Persiste no engano, não quer voltar.

    Eu escutei e ouvi; não falam o que é reto, ninguém há que se arrependa da sua maldade, dizendo: Que fiz eu? Cada um se desvia na sua carreira, como um cavalo que arremete com ímpeto na batalha.

    Até a cegonha no céu conhece os seus tempos determinados; e a rola, e o grou e a andorinha observam o tempo da sua arribação; mas o meu povo não conhece o juízo do SENHOR.

    Como, pois, dizeis: Nós somos sábios, e a lei do SENHOR está conosco? Eis que em vão tem trabalhado a falsa pena dos escribas.

    Os sábios são envergonhados, espantados e presos; eis que rejeitaram a palavra do SENHOR; que sabedoria, pois, têm eles? tua revolta contra Deus é injustificavel, pois se não fosse a misericórdia de Deus vc já teria sido consumido, leia lucas 9Portal do Espírito Mapa do Site | Pesquisa no Site
    Página principal » Artigos » Diversos » Evangelho

    Parábolas do Rico e Lázaro
    Caírbar Schutel

    “Havia um homem rico, que se vestia de púrpura e de linho finíssimo, e que todos os dias se regalava esplendidamente. Havia também certo mendigo, chamado Lázaro, coberto de chagas, que estava deitado ao seu portão, desejoso de fartar-se com migalhas que caiam da mesa do rico, mas ninguém lhas dava; e os cães vinham lamber-lhe as úlceras.

    “Morreu o mendigo, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico, e foi sepultado.

    “No Hades, estando em tormentos, levantou os olhos e viu ao longe Abraão e a Lázaro no seu seio.

    “E clamou: Pai Abraão, tem compaixão de mim! E manda a Lázaro que molhe a ponta do seu dedo, e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama!

    “Mas Abraão respondeu: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens na tua vida e Lázaro do mesmo modo os males; agora, porém, ele está consolado, e tu em tormentos. Demais, entre nós e vós está firmado um grande abismo, de modo que os que querem passar daqui para vós não podem, nem os de lá passar para nós.

    “Ele replicou: Pai, eu te rogo, então, que os mandes à casa de meu pai (pois tenho cinco irmãos) para os avisar a fim de não suceder virem eles também para este lugar de tormento! Mas Abraão disse: Eles têm Moisés e os profetas; ouçam-nos. Respondeu ele: Não, Pai Abraão, mas se alguém for ter com eles dentre os mortos, hão de se arrepender. Replicou-lhe Abraão: se não ouvem a Moisés e aos profetas tampouco se deixarão persuadir, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos. ”

    (Lucas, Cap. XVI, v. 19-31.)

    Este ensino e a proclamação da Lei da Caridade, cuja execução é imprescindível para todos os que se abrigam sob o seu pálio santo, como também para os que fogem aos seus generosos convites.

    O Rico e o pobre Lázaro personificam a Humanidade, sempre rebelde aos ditames da Luz e da Verdade.

    O Rico gozou no mundo e sofreu no Espaço; o Lázaro sofreu no mundo e gozou no Espaço.

    Este Rico que se vestia de púrpura e que todos os dias se regalava esplendidamente, é o símbolo daqueles que querem tratar da vida do corpo e esquecem-se da vida da alma.

    São os que buscam a felicidade no comer, no beber e no vestir; são os que se entregam a todos os gozos da matéria, são os egoístas que vivem unicamente para si, os orgulhosos que, entronados nos altares das paixões vis, da vaidade, da soberba, não vêem senão o que lhes pode saciar a sede de prazeres, não cultivam senão a luxúria,. que mata os sentimentos afetivos e anula os dotes de coração.

    O rico é a personificação daqueles que são escravos do reino do mundo, que não vêem mais do que o mundo, esse “paraíso perdido” entre os charcos da degradação moral, que avilta as almas e as atira aos infernos hiantes dos vícios.

    Jesus falava geralmente por parábolas; e esta lição que o Mestre ofereceu ha 2.000 anos aos povos da Palestina, e que consta do Evangelho de Lucas como um conselho salutar e memorável, nada mais é do que uma parábola; é um ensino alegórico, representativo do que se passa no Espaço, para afirmar que a nossa Vida Ultra-Tumba, é uma conseqüência justa e eqüitativa da nossa existência na Terra.

    O rico passou toda a sua vida a se fartar esplendidamente, a desprezar os pobres, a desprezar Deus, a não curar da sua Lei, a dar as costas à Religião, a gozar e a folgar, mas, quando morreu, não pode continuar a viver como vivia, vestindo-se de púrpura, comendo manjares, bebendo licores. porque no mundo dos Espíritos não há púrpuras, não há manjares, não há licores. Ele já se havia fartado com os prazeres da Terra, não podia fartar-se depois com os prazeres do Céu, porque não os havia buscado, nem havia adquirido o tesouro com que se conquista as glorias celestes.

    Nu, sem dinheiro, sem crédito para arranjar melhor “morada”, lhe foi destinado o Hades, e, segundo diz o texto, ele lá se achava, contrariado, por lhe faltarem as comodidades que tivera na Terra, os gozos de que fizera o seu reino no mundo.

    Lázaro representa os excluídos da sociedade terrena, aqueles que, quando muito, podem chegar ao portão dos grandes templos, aqueles que não podem atravessar os umbrais dos palácios dourados, aqueles que essa sociedade corrompida do mundo despreza, amaldiçoa, cobre de labéus, crava de setas venenosas que lhes chagam o corpo todo.

    Os Lázaros não são esses pobres orgulhosos do mundo, que não têm muitas vezes o que comer e o que vestir, mas estão cobertos com a púrpura do orgulho; não é essa gente que não tem dinheiro mas tem vaidade; não tem palácios, mas tem egoísmo; não tem jantares opíparos, mas tem prazeres nefastos; não, os pobres, de que Lázaro serviu de símbolo na parábola, são os que sofrem com resignação, são os que desprezam os bens da Terra, porque buscam as coisas de Deus; são aqueles que se vêem usurpados daquilo que por direito lhes pertence no mundo, mas, pacientes e resignados, não se revoltam, porque crêem no futuro e esperam as dádivas que lhes estão reservadas por Deus.

    Eles sabem, porque estudam, esperam e oram, que existe um Criador, um Pai Supremo, que lhes dará o prêmio de suas vigílias, um salário pelos seus afazeres morais, uma luz para sua orientação espiritual; e que esse prêmio, esse salário, essa luz, embora, às vezes, pareça tardar, não faltará, porque a Justiça de Deus é infalível, é indefectível!

    É assim que morreu Lázaro, o mendigo, e foi conduzido pelos anjos ao Seio de Abraão; morreu também o rico e foi posto no Hades.

    Duas personalidades distintas uma que gozou, outra que sofreu: uma a quem nada faltava, outra a quem tudo faltava, vão trocar agora as suas condições; vão mudar de cenário: o mendigo vai para a abundância, e o rico é que passa a mendigar!

    É o reverso da medalha, que se apresenta a todos no dia do julgamento.

    Vós tendes visto muitas medalhas? Figuremo-las numa libra esterlina: de um lado traz a figura do rei, mas, do outro, traz o seu valor real. Assim acontece também conosco. Cada um de nós é uma medalha, e como a medalha, a libra de ouro vale segundo o cambio corrente, assim também nós valemos de acordo com o cambio espiritual, que taxa o valor das nossas almas.

    Aqueles que olham só a efígie, não conhecem o valor do dinheiro, porque a efígie, o verso da medalha, traz só o retrato do rei, e a medalha não vale o rei. Assim também os que olham o homem só pelas aparências, pelo exterior, não conhecem o homem, porque o exterior do homem é a efígie da vaidade, do egoísmo e do orgulho O que vale na medalha é o reverso; o que vale no homem é o interior, ou seja, o Espírito. O rico trazia no verso o característico do rei, mas, depois que morreu, apurou-se o valor da medalha gravado no reverso, e esse valor não permitiu ao rico senão uma “entrada” no Hades.

    Ao pobre, que apurara, desde a sua existência na Terra, o que estava gravado no reverso da medalha, esse sacrifício lhe deu o valor de ser levado pelos anjos ao Seio de Abraão.

    Como é diferente o julgamento de Deus, do julgamento dos homens!

    Deus não se deixa levar pelo preconceito; Deus não se deixa levar pelo juízo humano.

    Que é o seio de Abraão?

    Mas continuemos a nossa análise.

    Que é o Hades?

    Que é Hades?

    É isto que precisamos saber para melhor compreendermos a parábola do Grande Mestre.

    Seio de Abraão é a liberdade do Espírito no Espaço Infinito; Seio de Abraão é o Mundo Invisível, onde os Espíritos, com os seus corpos imponderáveis, caminham livres de todas as peias, realizando sempre novas conquistas, fazendo novas descobertas, aprendendo novas verdades que os elevam em conhecimentos, que os elevam em felicidade.

    Seio de Abraão é o Mundo da Imortalidade, da Luz e da Verdade, onde quanto mais progredimos mais aprendemos, e quanto mais aprendemos mais sabemos amar nosso Deus e nosso próximo; é o mundo da Fé verdadeira, que abala e transporta montanhas, faz espumar oceanos e produz ventos; mas que também dá calma e bonança a todos aqueles que, como os discípulos no Mar da Galiléla, batidos pelo rijo tufão, imploram o auxilio de Jesus, e, com a esperança de salvamento, ouvem as doces palavras do Humilde de Nazaré soarem a seus ouvidos como uma luz a iluminar o caminho numa noite tenebrosa.

    Abraão foi o Patriarca dos Hebreus, alta personagem do Antigo Testamento, em quem a fé mais se acrisolava, mais viva e rutila se mostrava, a ponto de não vacilar em sacrificar seu filho Isaac, para obedecer às ordens que havia recebido do Alto.

    Abraão era um crente sincero na Imortalidade: via o Espaço semeado de Espíritos, conversava com os Espíritos daqueles que nós chamamos, indevidamente, mortos, vivia em relações continuas com o Mundo dos Espíritos, que era o seu Seio predileto, que era o seu Paraíso, o seu Céu, a sua delicia, a sua felicidade.

    Para ai é que foi Lázaro, com inteira liberdade de locomoção nos ares. Ele havia sofrido na Terra, aguilhoado pela dor, na miséria, privado das delicias do mundo, mas cria num Deus Supremo, que lhe concedera aquela existência de expiação e de provas, para que reparasse os males de suas vidas passadas, em que havia também descurado das coisas divinas e só tratado dos gozos efêmeros do mundo; Lázaro saldara a sua conta; ao sair da prisão corpórea, tinha pago o último ceitil de sua divida, e reconquistara o Reino da Liberdade e da Luz, que Deus concede a todos os que se submetem à sua Lei, aos seus santos desígnios.

    Eis o que é o Seio de Abraão; eis o painel, o quadro majestoso que Jesus desenhou aos olhos dos ouvintes da parábola com referência a Lázaro, ao mendigo, que tinha como única caridade, na Terra, as caricias, os beijos dos cães, esses fiéis amigos dos homens, que vinham lamber-lhe as chagas!

    Continuemos a respigar o Evangelho, e do Seio de Abraão passemos ao Hades.—Que pensais vós que seja o Hades?

    Os antigos acreditavam na existência de um mundo subterrâneo, para o qual iam as almas daqueles que não foram bons na Terra.

    O corpo ficava no sepulcro, e o Espírito ia para o Hades: “mundo localizado nas entranhas da Terra”. (*)

    Dai, essas almas não poderiam sair, assim como nós, em corpo de carne, não podemos sair deste mundo. Entretanto, os Espíritos que estavam no Hades viam com os olhos da alma, e sabiam, portanto, tudo o que se passava no Seio de Abraão.

    E era justamente nisso que consistia o sofrimento deles: verem o que se passava no Alto, e não poderem participar dessas regalias que só eram concedidas aqueles que, como Lázaro, haviam saldado sua conta espiritual.

    Por isso diz o Evangelho que o rico levantou os olhos e viu ao longe Abraão e Lázaro no seu Seio, e clamou: “Pai Abraão, tem compaixão de mim! E manda a Lázaro que molhe a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama!”

    O rico queria água!

    Antigamente passara a vinhos e licores finos, mas no Hades pedia água; tinha sede e essa sede não era a do corpo, não se tratava de água de rios ou de fontes, porque o corpo estava no sepulcro, e o Espírito não pode beber água material.

    Era sede de consolação, de esperança, de perdão!

    Ele também já havia compreendido que a causa das suas dores era a vida dissoluta que passara no mundo e a chama viva do remorso abrasava a sua consciência!

    Ele queria água, essa água da vida, essa água de salvação que Jesus havia dado à Mulher de Samaria.

    Essa água do perdão dos pecados que o rico havia cometido contra todos os que mendigam dos homens a caridade da atenção para as coisas divinas.

    E Abraão; o grande Patriarca, que vivia feliz no Mundo Espiritual, dirigindo a enorme falange de Espíritos que havia aumentado a sua descendência, falange de Espíritos a quem guiava, e entre os quais se contava Lázaro, que era um dos seus protegidos espirituais, Abraão respondeu ao rico: “Filho, lembra-te que recebeste os teus bens na tua vida; e Lázaro do mesmo modo os males. É justo, pois, que ele, agora, esteja consolado, e tu em tormentos.”

    Acresce ainda que entre nós e vos está firmado um grande abismo, de modo que nem nós podemos viver onde vós estais, nem vós podeis viver onde nós estamos; a vossa atmosfera nos abafa, assim como a vossa vos sufocaria; os ares que respiramos são insuficientes para vós que estais impregnados de matéria.

    “Tratastes só da matéria, só do corpo; cultivastes a matéria que não vos deixa elevar e chegar até nos. Ao passo que Lázaro teve os olhos voltados para o Alto, não tendo tempo senão de pagar dividas materiais, e conquistou fluidos espirituais para se elevar ao lugar em que se acha atualmente.

    “Mas Abraão ouvia a voz do rico, e o rico ouvia a voz de Abraão; o rico no Hades via Lázaro no Seio de Abraão, todos eles se comunicavam, falavam, conversavam; porque havia necessidade de o rico ser exortado para se regenerar mais tarde, e, como Lázaro, vir novamente ao mundo pagar a sua divida, para, como Lázaro, depois subir também ao Seio de Abraão; porque também ele era filho de Abraão, e Abraão não deixaria seu filho perecer !

    Abraão chamou-o de filho; disse-lhe: “Filho, lembra-te da tua vida e lembra-te da vida de Lázaro”, querendo dizer com isto que, sem voltar à vida corporal, semelhante à de Lázaro, para sofrer as conseqüências do seu orgulho e do seu egoísmo, ele, o rico, não chegaria ao seu Seio !

    Foi então que o Espírito do rico, agora cheio de pobreza e de sofrimento, lembrando-se de seus cinco irmãos, que faziam a mesma vida que ele fazia quando estava na Terra, replicou: “Pai, eu te rogo, então, que o mandes à casa de meu pai (pois tenho cinco irmãos) para os avisar, a fim de não suceder virem também eles para este lugar de tormentos ”

    O rico, que estava no Hades, sabia muito bem, porque via que Pai Abraão mandava sempre outros Espíritos dar avisos aos homens da Terra; então pediu que o mandasse à casa daquele que havia sido seu pai, porque ele tinha cinco irmãos que também faziam vida dissoluta e precisavam ficar conhecendo os tormentos que os aguardavam se continuassem assim.

    Mas Abraão lhe disse:

    “Eles têm Moisés e os profetas, ouçam-nos.” O que significa: “Moisés conta-lhes tudo o que precisam fazer para serem felizes, e os profetas, que são médiuns, dizem-lhes, pela influência dos Espíritos, o que se passa depois da morte, a fim de lhes dar instruções para que não venham, como tu, parar no Hades.” Mas o rico insistiu com Abraão, e, apresentando-lhe várias razões, disse: “Mas, Pai Abraão, se algum dos mortos for ter com eles, e lhes falar, Lhes aparecer, e eles se manifestar, hão de se arrepender.” O rico desejava que seus irmãos tivessem uma manifestação positiva dos mortos, porque julgava que, por essa forma, se tornariam obedientes à Lei de Deus. Mas Abraão respondeu novamente: “Se eles não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco se deixarão persuadir, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos.”

    Pois se eles haviam repelido as exortações dos profetas, por quem os mortos costumavam falar, como haveriam de crer nos mortos.

    Para crer nos mortos era necessário crer nos profetas, porque os profetas não eram mais do que médiuns, por quem se comunicavam os Espíritos dos mortos.

    Se eles não acreditavam nos médiuns, como haveriam de crer nos Espíritos.

    Como poderiam os Espíritos dos mortos avisá-los como o irmão queria, sem os médiuns indispensáveis para transmitir a comunicação, sabemos que o corpo do Espírito é muito mais rarefeito do que o nosso e que por isso não o podemos ver nem ouvir; e que o Espírito sempre se manifesta com o concurso de um médium; como poderia Abraão atender o pedido de seu filho para satisfazer outros cinco filhos ricos?

    Finalmente, antes que Jesus houvesse proposto à multidão, que se achava em torno dele, a bela parábola que acabamos de estudar, havia ele dito aos fariseus, que eram avarentos: “A Lei de Moisés e os profetas duraram ate João Batista; desde esse tempo o Evangelho do Reino de Deus é anunciado; e todos à força entram nele; porém da Lei de Deus não cairá um til, não será suprimido um i.”

    Deus dá a liberdade a todos para buscarem a sua Lei; e àqueles que buscam, o Pai não dá o Espírito por medida. Está escrito “Aquele que pede, recebe o que busca, encontra; e ao que bate, se abre, porque o Pai não dá uma pedra a quem lhe pede um pão, nem uma serpente a quem Lhe pedir um peixe.” (Mateus, 7-8).

    Assim Deus respeita o livre arbítrio que a cada um concedeu.

    Os Espíritos dos mortos podem comunicar-se e se manifestam aos vivos, mas não podem obrigar os vivos, embora sejam eles ricos e grandes, a tomarem, desde já, posse da felicidade futura!

    E é por isso que sabemos de muitos ricos das coisas do mundo, e muitos pobres que querem enriquecer com as coisas do mundo, que, embora tenham visto e ouvido manifestações e avisos dos mortos, não se convenceram com esses avisos.

    Ao contrário, dizem que foi ilusão, medo, tolice e loucura !

    Por isso fez bem Abraão em não permitir a manifestação espírita aos cinco irmãos ricos daquele que se vestira de púrpura e se banqueteara esplendidamente todos os dias da sua existência na Terra.

    O homem que se quer convencer pela força, há de Lhe acontecer o que aconteceu à cigarra de La Fontaine:

    “Cantou a sua vida, mas depois chorou a sua morte.” E há de voltar chorando na outra vida para, com justa razão, cantar na Imortalidade.

    (*) O Hades eram as regiões infernais na Mitologia Grega, correspondente ao Tártaro dos romanos e equivalente ao Inferno aceito pelos católicos e protestantes. Não deve ser entendido como um “lugar”, mas como um estado de espírito, isto é, um estado de profundo sofrimento. Na pergunta 1011 de O Livro dos Espíritos, Allan Kardec indaga: “Haverá no Universo lugares circunscritos para as penas e gozos dos Espíritos, segundo seus merecimentos?” Da resposta consta o seguinte: “As penas e os gozos são inerentes ao grau de perfeição dos Espíritos. Cada um tira de si mesmo o princípio de sua felicidade ou de sua desgraça. E como eles estão por toda parte, nenhum lugar circunscrito ou fechado existe especialmente destinado a uma ou outra coisa.” Quando se diz que o Espírito “entrou no Hades”, Isto quer dizer, figuradamente, que ele tomou conhecimento de si mesmo, viu-se na sua profunda miséria moral, cuja conseqüência é um indizível sofrimento e a impossibilidade de se aproximar dos Espíritos felizes. Jesus te ama e quer te salvar, te mostrar a grandeza do seu amor por vc, fique na paz do Senhor Jesus.

    (Parábolas e Ensinos de Jesus – Caírbar Schutel)

    Página principal | Mapa do Site | Pesquisa no Site

  • joy

    If God knows it all why did he create such messed up people and angles? What kind of inventor wants to see their invention fail? Why create angles that would rebel against him?

    I was confused since reading the beginning. God is suppose to love everyone the same, but he did not even like Cain’s offering. And when Cain killed Abel God asked where is Abel? God is suppose to see and know everything. God use to come down to Earth and talk to these people, why don’t he come down anymore?

    Genesis 32:30 And Jacob called the name of the place Peniel: for I have seen God face to face, and my life is preserved.
    Genesis 6:8 Noah found grace in the eyes of the Lord.

    John 1:18 “No man hath seen God at any time, the only begotten Son, which is in the bosom of the Father, he hath declared him.”

    There is so many errors in the bible, that the more I learn the more I lose faith. I don’t try to cover up the issue, but I try to clear it out. But the only response I would get from someone would be “it’s the devil working in you.” I am reading the bible verse to verse and I probably understand it more that some people to see the errors that are in the book that is suppose to be perfect, and I just want a reasonable explanation. God created everything in the world perfect and surely he could have written the bible without error, but he didn’t write it. Humankind wrote it, and wrote it with plenty of errors.

  • Some

    Humans deserve to die anyway, so God please kill us

  • Denren

    The Ammonite and Moabite shall not enter in the congregation of God. Because they did not meet me with bread and water on the road. The people who are on the list are: Mormons, White Americans, Mexicans, Latinos,Hispanics, and gays shall not enter neither of your descendants.

  • Abscond Nekrosis

    “God” wants YOU to listen to Black Metal!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: